Translate

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Tiella di patate, riso e cozze - Assadeira de batatas, arroz e mexilhões.




A “Tiella di patate, riso e cozze” (assadeira de batatas, arroz e mexilhões) é um prato de origem Pugliese (região da Puglia, na Itália), em particular da cidade de Bari.

Tiella é o recipiente em que é cozida a receita. Tiella, no dialeto da região da Puglia (Apúlia), significa tabuleiro. A tradição conta que este tabuleiro deve ser de barro ou argila, mas também pode ser cozido em outros tipos de assadeiras. Há muitas variações deste prato que são transmitidos de geração em geração. 

Uma ótima opção para ser servido no verão como prato principal muito rico, saboroso e perfumado.




A particularidade deste prato é que todos os ingredientes são colocados crus na assadeira para serem cozidos no forno. Portanto, é fundamental saber dosar com precisão o sal e a quantidade de caldo necessário para cozinhar. A dica é não exagerar!

Ingredientes:
200 gramas de arroz arbório
 1 kg de mexilhões frescos com a concha 
3 batatas cortadas em rodelas finas 
queijo pecorino ralado
queijo parmesão ralado
alguns tomates cereja ou algumas rodelas de tomate comum maduros
alho
cebola
salsinha
azeite extra virgem de oliva
cerca de 250 ml de água
250 ml de líquido dos mexilhões (se não conseguir essa quantidade, complete com água)
sal e pimenta do reino


Preparo:
O primeiro passo é Lavar e esfregar a concha dos mexilhões. Com o auxílio de uma faca pequena, remova a crosta grossa que recobre toda a concha de marisco. Com o polegar apoiado na lâmina da faca, puxe as fibras (barba) do mexilhão e despreze-as.

Mãos do meu sogro, que me ajudou a limpar os mexilhões.
Lave-os em água corrente e esfregue com uma escova de cerdas finas para limpá-lo completamente. 
Deixe de molho em uma vasilha com um pouco de água filtrada (essa água vamos aproveitar depois). Pegue concha por concha e abra com auxílio de uma faca e mantenha o marisco na concha. Vamos usar a metade da concha com o marisco dentro. Reserve também a água que está dentro do marisco.
Mãos do meu sogro, que me ajudou a limpar os mexilhões.
Mãos do meu sogro, que me ajudou a limpar os mexilhões.


O segundo passo é filtrar o líquido que você vai encontrar no interior dos mexilhões e reservar esse líquido.

Montagem:
Em uma assadeira coloque espalhe uma porção de cebola cortada em rodelas, uma camada de batatas cortadas em rodelas finas, um poco de alho cortado em cubinhos pequenos, salsa, rodelas de tomate, queijo e óleo e pimenta do reino.






Organize os mexilhões, cubra com o arroz cru, coloque mais um pouco de alho cortado em cubinhos pequenos, salsa, queijo, pimenta do reino e regue com um pouco de  óleo extra virgem de oliva. 



OBS: na Puglia (Apulia), essa receita é feita em tabuleiros altos, pois fazem mais de uma camada com os ingredientes (chegando a ter duas ou três camadas). Mas eu prefiro fazer com uma camada, conforme ensinei. Prefiro esse resultado mais fino com uma camada. Para quem não tem prática com a receita também recomendo não fazer varias camadas.

Despeje o líquido dos mexilhões e água (quente) até a borda do tabuleiro.

Asse por aproximadamente 45 minutos a 220 graus em forno pré aquecido.
A cinco minutos do termino do cozimento coloque parmesão por cima e deixe gratinar até criar a crosta dourada.



Um prato rico de sabor. 
O arroz cozinha dentro da concha dos mexilhões e fica ainda mais gostoso! 



Dicas: Verifique a quantidade de água, se o arroz e as batatas parecerem muito secos e duros, adicione um pouco mais água quente e deixe no forno mais um pouco.
Não exagere no sal, o líquido dos mexilhões e o pecorino já são salgados.